Pr. Jorge Antunes

Pr. Jorge Antunes
"Uma voz à serviço do Reino de Deus"

sábado, 16 de fevereiro de 2008

MENSAGEM AOS FORMANDOS DE PSICOLOGIA UNITAU 2008


SEM FÉ, NÃO DÁ!
“Sem fé é impossível agradar a Deus...” (Hebreus 11.6)
Queridos Formandos.
As senhoras e senhores chegam hoje como depositários da FÉ de centenas e talvez milhares de seres humanos que virão até vocês com a esperança de serem “curados”, ou de aprenderem a conviver consigo mesmo e com suas mazelas.
Vosso desafio enquanto psicólogos é o de interpretar este ser humano como você.
Descrevê-lo, compreendê-lo, prevendo e controlando seu comportamento ou seus processos mentais.Mas o que a FÉ tem a ver com isto? Como diz o Poeta e Ministro Gilberto Gil: “A FÉ não costuma faia!”.
Muito embora as ciências biológicas, sociais e humanas, procurem reduzir e fracionar o ser humano, este ser nunca poderá ser plenamente compreendido, sem que se leve em conta a sua totalidade BIO/PSICO/SOCIAL e para contragosto de alguns, ESPIRITUAL.
Durante os anos acadêmicos, alguns de vocês foram conduzidos a um “afastamento da fé”, no afã de compreender e validar as diversas teorias psicológicas e seus teóricos.
Por esta razão, adotei uma máxima no início do curso.
Enquanto meus colegas estampavam com orgulho em suas camisetas o símbolo da psicologia, representado pela letra “psy” do alfabeto Grego, que a princípio nos assusta com sua forma “tridêntica”, como que ameaçando penetrar aos recônditos do nosso ser, eu estampei a minha camiseta, utilizando-me de um “Neologismo” com a frase – “Psicologizando sem perder a fé”, como forma de me lembrar a cada dia da minha essência humana.
Quero finalizar minha reflexão nesta noite tão festiva, lembrando uma dinâmica adaptada do texto de Ruy Sant`Ana, por Regis Braut, tão bem aplicada à nós pela querida Professora Mara Brito.
“A JORNADA DAS MIL LUAS”.
Vocês, como os jovens daquela civilização rica e avançada, após muitos anos de estudos, estão partindo hoje para uma jornada que os levara a conhecer “terras distantes” e “lugares desconhecidos” (traduzam-se seres humanos).
Gostaria que, como aqueles jovens, levassem com vocês os conselhos dos sete Mestres/Sábios:
1. O Otimismo – representado num Brinquedo de Criança;
2. A Competência – representada pela Pena de um Albatroz;
3. A Persistência – representada por um Seixo de Ribeiro;
4. A Coragem – representada por uma lamparina;
5. A Criatividade – representada por um Vidro com Areia;
6. A humildade – representada por uma Estrela do Mar;
7. O sétimo Mestre/Sábio disse ao jovem:
-As criaturas da guerra, com suas armas e seu desejo de destruição, também usam: o otimismo, a competência, a persistência, a coragem, a criatividade, até mesmo a humildade. Onde está a diferença?
- A diferença está nos valores de cada um - disse o jovem.- Sim, mas que são valores?- Perguntou o Mestre/Sábio.
- Os valores estão contidos nos princípios éticos e morais de cada pessoa – Disse o jovem.
-Sim, mas onde tudo isso é espontâneo, natural, universal? – Perguntou o Mestre/Sábio.
Então finalmente o jovem percebeu que estavam falando do AMOR.
Queridos formandos, o AMOR é o alicerce que sustenta a FÉ, bem como todos os conceitos aqui expostos.
O AMOR será a única moeda de troca aceita em todas as épocas e em todos os lugares por onde passar.Todos os “viajantes” que encontrarem pelo caminho, estarão como vocês – e cada um à sua maneira – em busca da mesma “Paz de espírito”.
Permitam-me usar o conceito de Stenberg (Teórico da Psicologia Social), sobre o AMOR e seus três componentes relacionais: Intimidade; paixão e compromisso.
Ele disse que:
a. Gostar – envolve só intimidade;
b. Amor Companheiro – envolve intimidade e compromisso;
c. Amor Vazio – envolve só compromisso;
d. Encantamento – envolve só paixão;
e. Amor romântico – envolve intimidade e paixão;
f. Amor Completo – envolve intimidade, paixão e compromisso.
Este é o AMOR da FÉ!
Ou será a FÉ do AMOR?
Muito Obrigado!
Deus Abençoe vocês!
Pastor Jorge de Souza Antunes
Psicopedagogo/Acadêmico em Psicologia
Taubaté, 14 de fevereiro de 2008
Sermão ministrado na Solenidade de Colação de Grau dos Formandos de Psicologia 2008 - Universidade de Taubaté - Fevereiro de 2008.

6 comentários:

Eduardo Neves disse...

http://eduneves.blogspot.com/2008/03/protesto.html

A minha vida disse...

Olá querido irmão/ A e com muita alegria que encontro mais um blog a ser dedicado a este grande Deus, gostai muito da forma que o querido/a irmão fez o seu blog esta muito criativo e bem construído que Deus continue abençoar este grande trabalho.
Querido irmão/A também tenho um blog meu qual chamo o oficial gostava muito de que o irmão/a visse e deixa-se uma opinião, e muito importante para que eu possa cada vês fazer melhor o endereço do blog e este que passo a mencionar.

Irmão me Ajude a divulgar este trabalho, para que Deus possa ser Louvado glorificado exaltado como ele e digno por pode atingir muitas almas .

O Irmão se tiver entrecado me deixar o seu contacto de Email para que eu posso enviar um Email a disser que foi actualizado.


http://pedroaurelio.blogs.sapo.pt/


Querido / O Irmão será que posso mencionar o seu blog no meu

Que Deus a abençoe ricamente a sua vida e dos seus, fique com a paz do Sr.

Neste BLOG você encontrará uma variedade de estudos e diversos textos baseados na Bíblia Sagrada.

Com o objectivo de proporcionar um maior entendimento e aprofundamento da Palavra de Deus.
Disponibilizamos varias áreas ministeriais. Além disso a muitos artigos que lhe serão úteis no dia a dia.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pastor Jorge Antunes!
Graça e Paz!
Parabéns pelo trabalho!
Não desista!
É muito bom tê-lo na blogosfera cristã.
Um grande abraço!
Pr. Carlos

Equipe de Organização disse...

oi jorge... linka o blog da psicologia aqui...

www.psicologia30anos.blogspot.com

kilder disse...

olá...pastor!
Deus abençoe.

Janael A Santos disse...

A paz do Senhor Jesus pastor, olha achei o tema muito interessante, proveitando sobre o assunto, gostaria de lhe fazer uma pergunta que se refere a um casal Evangélico, se houver possibilidades de responder agradeço pela ajuda, a minha pergunta é: No meu caso tenho um Relacionamento muito ótimo pela graça de Deus, mas sabendo que tudo é possivel na quele que crê no senhor Jesus, será que estou pecando se me casar no Civil e por um tempo determindo nos casarmos na igreja é pecado? Porque nesse caso não há uma possibilidade de nos casarmos agora, nesse caso estamos pecando na lei de Deus?.

Sou grato pela resposta e Deus continua sempre lhe abençoado vc e a sua familha nós te amamos em cristo Jesus...


Formandos Psicologia UNITAU 2008

Pr Jorge Antunes

Pr Jorge  Antunes
SEM FÉ NÃO DÁ!